Os melhores smartphones Android para profissionais, criativos e empresários

Todos vivemos hoje em dia em torno dos nossos smartphones. Mesmo os que rejeitam activamente o mundo tecnológico devem reconhecer a utilidade de um smartphone para nos mantermos ao correntes das principais novidades mundiais, ou simplesmente em contacto com quem nos é importante.

Os smartphones actuais são, ao mesmo tempo, um compromisso de especificações, feitos para serem razoavelmente equilibrados, mas os profissionais e criativos procurarão certamente características específicas.

O que considerar num smartphone business

É justo dizer que o mercado não tem carência de smartphones poderosos e de design prestigiante que assentam bem aos clientes empresariais ou académicos e a maioria dos utilizadores conseguirá tirar excelente proveito de diversas opções.

Mas aqueles que verdadeiramente utilizam o smartphone para a sua vida profissional quererão olhar mais fundo para características menos óbvias para os utilizadores comuns, e que servem de parâmetros de comparação para este texto dedicado aos empresários, criativos e empreendedores.

Segurança: o Android é um sistema operativo amplamente seguro, mas os clientes empresariais quererão olhar para soluções mais avançadas de protecção de dados e anti-roubo, soluções que só algumas marcas implementam e publicitam activamente.

Bateria: tempo é dinheiro, e quanto mais tempo o smartphone estiver a trabalhar e menos tempo passar a carregar, mais tempo haverá para os trabalhos urgentes, daí que a autonomia seja fundamental para a utilização profissional. É, infelizmente, um critério em que falham alguns dos melhores smartphones da actualidade, pensados para o look premium e esbelto.

Funcionalidade: nem todos os smartphones nascem iguais. No meio da polivalência, muitos perdem a especialização necessária a clientes profissionalmente exigentes, e não possuem optimizações específicas para o segmento.

Ferramentas de produtividade: nem todos os fabricantes apostam no desenvolvimento de apps destinadas aos profissionais e criativos. Este será um factor importante ao olharmos para diversos smartphones.

Polivalência: será que a especificidade do dispositivo leva a melhor sobre a sua polivalência em algo que não o estritamente business?

Custo: nenhum empreendedor pode dar-se ao luxo de estudar o custo-eficiência de um equipamento. Há muitos smartphones bons para profissionais, alguns são mais caros do que o lucro que alguma vez poderão gerar.

 

O melhor: BlackBerry KEYone

Nos nossos requisitos para um bom smartphone profissional, o BlackBerry KEYone reúne a maioria com distinção: o equipamento da renascida BlackBerry está atolado até ao topo de ferramentas de produtividade, além de uma protecção de renome mundial que inclui protecção do arranque, e um teclado extremamente polivalente com acesso a funções e atalhos que nenhum dos seus rivais está sequer perto de igualar.

Segurança (9 de 10): a uma versão do Android mais escrutinada, a BlackBerry acrescenta a suite de segurança e gestão DTEK, protecção de arranque, encriptação de padrão governamental e um funcional modo cadeado que acrescenta outra camada de protecção e privacidade para os nossos dados sensíveis. É o tipo de variedade de ferramentas que só costumamos ver em segmentos muito específicos fora do mercado de consumo. Para quem usa o smartphone em locais públicos, a Privacy Shade é a ideia mais simples e eficaz actualmente no mercado.

Bateria (9.3 de 10): apesar de não ser a mais generosa, a bateria do BlackBerry KEYone é a que me oferece melhores resultados, chegando e sobrando para utilização intensa ao longo do dia. O carregamento rápido permite depois o seu carregamento em aproximadamente uma hora, graças à optimização implementada pela BlackBerry.

Funcionalidade (9 de 10): recorrer ao teclado físico é uma questão de preferência, mas é inquestionável que o feedback táctil, a combinação de previsão inteligente com swipe e pressing nas teclas gera uma experiência de escrita inigualável. O facto do teclado ser fixo mais ajuda a trabalhar de modo fluido em apps múltiplas.

Ferramentas de produtividade (10 de 10): resumidamente, nenhum equipamento no mercado rivaliza a sério com o BlackBerry KEYone quanto a produtividade. Por um lado, o Hub concentra quantas contas quisermos num único separador, minimizando o tempo gasto a procurar notificações e informações em apps diferentes. Por outro lado, o separador de produtividade é extremamente interessante para consultarmos agendamentos e informações importantes. Juntamos a isto os mais de 50 atalhos que podemos desempenhar com o teclado físico para executar acções e abrir apps com um único press.

Polivalência (7.5 de 10): talvez o calcanhar de Aquiles do BlackBerry KEYone para quem quer ver os seus vídeos e jogar os seus jogos, o ecrã não é particularmente amplo para o fazermos. O smartphone compensa parcialmente esta especialização com bom software e uma excelente câmara que será a melhor do seu segmento, mas a BlackBerry poderá melhorar significativamente o aproveitamento futuro da área do equipamento.

Custo (8.5 de 10): o KEYone é o mais barato dos três dispositivos neste comparativo. Face aos equipamentos com Snapdragon 625 de ecrã inteiro há quem o considere caro. Não o é: o seu valor deve ser analisado face aos serviços exclusivos que oferece.

O diferenciador: Samsung Galaxy Note 8

 Tal como com o BlackBerry, o Samsung Galaxy Note 8 é profundamente pensado para dar aos profissionais e académicos amplas ferramentas de produtividade e gestão da sua vida profissional. A S Pen é uma ferramenta avançada que modula os nossos hábitos de trabalho e as nossas possibilidades. É justo dizer que quem souber tirar o máximo partido desta ferramenta, ganha uma nova agilidade no seu quotidiano profissional para tirar apontamentos, destacar notas ou criar lembranças para as ocasiões mais importantes.

Segurança (8 de 10): o Samsung Galaxy Note 8 é pensado para o segmento empresarial, apesar de ser um sucesso de vendas em qualquer mercado. A Samsung actualiza-o frequentemente e inclui a sua própria tecnologia Knox que dificulta o acesso a dados encriptados ou violação da integridade do sistema.

Bateria (7.5 de 10): tirar o máximo proveito da bateria do Galaxy Note 8 exige aprendizagem e hábitos. A bateria fornecida atinge o seu máximo potencial no modo optimizado do dispositivo, mas ainda assim fica aquém do que poderiam esperar os utilizadores mais exigentes.

Funcionalidade (9 de 10): do aproveitamento das laterais à S Pen, o Samsung Galaxy Note 8 é um smartphone extremamente fácil de utilizar, que nos fornece uma experiência de utilização rápida e fluída, com acessos rápidos e apps prontas a entrar em acção. Para algo mais envolvente, a Samsung vende mesmo um teclado físico para melhorar a experiência de escrita.

Ferramentas de produtividade (8 de 10): o dispositivo é amplamente pensado em torno das capacidades e funcionalidades da S Pen, com o que é fácil tirar apontamentos e rabiscar notas, mesmo com o ecrã desligado. O Note 8 não possui tantas implementações de produtividade quanto o KEYone, mas compensa-o com a DeX, permitindo-nos trabalhar em modo desktop onde quer que tenhamos um teclado e um monitor.

Polivalência (9 de 10): o Galaxy Note 8 chega com um dos melhores ecrãs do mercado,  compatível com HDR10, aliado a capacidade de processamento que transformam multimédia e gaming em actividades de elevado nível, fora algumas particularidades com o rácio de aspecto do painel.7-5

Custo (7.5 de 10): toda a qualidade do Galaxy Note 8 vem com um custo de aproximadamente €1000 desbloqueado, bem menos com contrato de operadora. O valor é perfeitamente justificado porquanto o utilizador tenha a capacidade para dominar aquilo que o equipamento oferece, e isto lhe seja útil, mas é apesar de tudo elevado.

O Polivalente: Huawei Mate 10 Pro

 A gama Huawei Mate é sinónimo de business. O actual flagship da Huawei incorpora inteligência artificial para manter performance de ponta e usa como grande argumento a sua bateria de 4000mAh de elevada autonomia e velocidade de carregamento líder de mercado. O Huawei Mate 10 Pro não rivaliza com os seus concorrentes deste artigo em termos de ferramentas integradas de produtividade, mas foi pensado para poder integrar sem qualquer problema de performance as principais ferramentas profissionais do mercado, gozando de uma excelente capacidade de processamento para encaixar as mais difíceis cargas de esforço.

Segurança (7.5 de 10): o Huawei Mate 10 Pro oferece pelo menos duas opções de segurança muito óbvias, primeiro um cofre para proteger ficheiros específicos, depois um espaço privado separado divide o smartphone em 2. São implementações avançadas que ajudam a separar a vida privada da empresarial para proteger o que nos é mais importante.

Bateria (9.5 de 10): a bateria do Mate 10 Pro é excelente e aguenta bem uma utilização quotidiana intensa, enquanto o carregamento completo dura pouco mais de uma hora. Em termos de autonomia por capacidade de processamento, o Huawei Mate 10 Pro é incomparável.

Funcionalidade (9 de 10): um equipamento muito ergonómico e munido e grande capacidade de processamento, Huawei Mate 10 Pro é fácil de utilizar e um bom rácio de área de ecrã para área total garantem um equipamento compacto e funcional, apesar das grandes dimensões do ecrã.

Ferramentas de produtividade (7.5 de 10): o Huawei possui muito pouco em termos de apps de produtividade, mas é compatível com as principais ferramentas de gestão de frota para configuração rápida de equipamentos empresariais. A sua capacidade para projectar para um monitor e teclado, permitindo-nos trabalhar em modo ambiente de trabalho é ágil e simples, dando-lhe grande potencial para produção de conteúdos.

Polivalência (9.5 de 10): Multimédia e gaming são duas grandes potencialidades para o Huawei Mate 10 Pro, não obstante a sua vocação corporativa. A isto juntamos duas câmaras de qualidade líder de mercado que o tornam um dos melhores smartphones do ano, qualquer que seja o utilizador, e um ecrã HDR10 para visualização de multimédia com máxima qualidade.

Custo (8.7 de 10): o Huawei Mate 10 Pro possui um preço ajustado à qualidade dos materiais, soluções de processamento e inovação que incorpora. Se necessitam daquilo que oferece, o preço é certamente justo.

As alternativas

Estas três equipamentos são, quanto a nós, as alternativas mais destacadas para profissionais activos, criativos e frotas empresariais, mas não serão as únicas. Sem exactamente chegarem ao topo do topo no segmento empresarial, mas ainda com muito a oferecer, destacaríamos:

Sony Xperia XZ1: o Sony Xperia XZ1 combina excelentes capacidades multimédia com boa ergonomia e processamento muito capaz, numa interface agradável e corpo resistente a água e poeira. A Sony, por seu turno, oferece compatibilidade com as principais ferramentas de gestão de smartphones empresariais, e o dispositivo é – globalmente – muito capaz.

LG V30: resistente e potente, o LG V30 será particularmente interessante para os criativos da imagem e para aqueles que integram as videoconferências e a produção de vídeos no seu fluxo de trabalho, graças a excelentes câmaras e captura áudio.

Xiaomi Mi Mix 2: o Xiaomi Mi Mix 2 alia grande potência e RAM recordista para multitasking, a um dos melhores rácios ecrã por área total do dispositivo, oferecendo uma ampla área de trabalho e visualização de documentos.

 

Conclusão

A solução do BlackBerry KEYone, combinando as vantagens do ecossistema Android com a imensa perícia da BlackBerry em produtos corporativos e segurança, continua a ser a mais refinada, conveniente e completa para o sector empresarial. O equipamentos distingue-se acima de tudo no forte foco na segurança desde o fabrico até ao software final, e na adopção de apps de organização e trabalho de que a maioria dos seus concorrentes carecem. Existem obviamente apps e serviços que podemos instalar em qualquer dispositivo, mas a conveniência do BlackBerry para garantir autonomia e produtividade a um profissional continua a ser impressionante.

No entanto, tomando abordagens bem diferentes, Huawei e Samsung também possuem propostas fortes, que abdicam de alguma especialização para ganharem em adaptabilidade a diferentes settings. Os três são equipamentos de excepção à sua maneira e encontram-se no topo do que tecnologia móvel pode oferecer ao empresário em movimento.

 

Fotografia, tecnologia, ciência: investigar escrever é uma paixão. Nas horas vagas, a caminho do trabalho ou de casa, cada minuto conta para descobrir e divulgar algo novo.

Publicado em Tekgenius artigo de Marco Trigo

Opine

comentários

Leia também

Posted by Wladimir

Nerd desde sempre. Começou a programar em Basic, em um CP 400 Color II lá por 1985. Fã de Star Wars, Star Trek e outras séries espaciais. Pai de 4 filhos - um era pra se chamar Linus, mas o nome encontrou muita resistência :( Aliás, software livre é outra paixão. Usuário Linux desde 1999. Presidente da Associação Software Livre Santa Catarina. Defensor do livre compartilhamento. É o compartilhamento que tem feito a humanidade avançar. As ideias são uma construção coletiva da humanidade :) Foi fundador do Partido Pirata do Brasil e membro de sua 1ª Executiva Nacional (2012-2014). Foi também assessor do gabinete do Ministro da Ciência e Tecnologia durante 2016, até a efetivação do golpe que destituiu Dilma Rousseff. Ah, também é editor aqui dessa bagaça, onde, aliás, você também pode colaborar. Só entrar em contato (42@nerdices.com.br) e enviar suas dicas, artigos, notícias etc. Afinal, a Força somos nós!

Website: http://www.nerdices.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.