Por que o governo dos Estados Unidos construiu esta pirâmide?

Uma enorme pirâmide no meio do nada tenta prevenir o fim do mundo usando um radar. Uma forma geométrica abstrata sob o céu, sem uma pessoa à vista. Poderia ser a cena de abertura em um filme apocalíptico de ficção científica, mas na verdade é uma estrutura real do Exército dos EUA.

A Biblioteca do Congresso americano tem um conjunto extraordinário de imagens que documentam o Stanley R. Mickelsen Safeguard Complex – próximo à fronteira dos EUA com o Canadá – mostrando-o em vários estados de construção e conclusão. E as fotos são impressionantes. Foram tiradas pelo fotógrafo Benjamin Halpern, a serviço do governo americano, e mostram a pirâmide central – ou obelisco, monumento, megaestrutura – que servia para monitorar e abater mísseis na área.

Como uma mistura de Gizé e o olho de Sauron, ela olha para todas as direções com seus círculos brancos que tudo vêem, buscando objetos invisíveis no ar.

A pirâmide fazia parte do sistema antimísseis dos EUA: seu radar ficaria de olho em mísseis vindos da Rússia para derrubá-los no céu. Ela foi construída durante oito anos, porém funcionou por pouquíssimo tempo, até ser desativada. Como explica o Atlas Obscura:

O Programa de Salvaguarda foi desenvolvido na década de 1960 para derrubar mísseis balísticos intercontinentais da Rússia.

Construído a um custo de US$ 6 bilhões em Nekoma, Dakota do Norte, o local era um enorme complexo, com um gigante sistema de radar em forma de pirâmide e dezenas de silos para lançar mísseis com ogivas termonucleares.

No entanto, devido ao seu custo e a preocupações com a eficácia e com o risco de detonar uma bomba nuclear no Canadá, o programa foi encerrado. Hoje, ele é um esqueleto militar-industrial no meio do nada, ou, nas palavras de um escritor, “um monumento ao medo e à ignorância do homem”.

Nos documentos, a localização da pirâmide é descrita de forma um tanto absurda: “a nordeste da Estrada Tática; a sudeste da Estrada Tática do Sul”. Como eu disse, ela fica no meio do nada.

É curioso que a pirâmide inacabada seja semelhante à imagem presente nas notas de dólar, com o Grande Selo dos EUA e seu Olho da Providência que tudo vê.

As fotos originais no site da Biblioteca do Congresso estão fortemente salpicadas com pó e alguns artefatos de lentes, mas eis as nossas favoritas abaixo. Podendo ver todas aqui: [Biblioteca do Congresso]

Gostou? Curta nossa fan page no Facebook!


Opine

comentários

Publicado por Wladimir

Nerd desde sempre. Começou a programar em Basic, em um CP 400 Color II lá por 1985. Fã de Star Wars, Star Trek e outras séries espaciais. Pai de 4 filhos - um era pra se chamar Linus, mas o nome encontrou muita resistência :( Aliás, software livre é outra paixão. Usuário Linux desde 1999. Presidente da Associação Software Livre Santa Catarina. Defensor do livre compartilhamento. É o compartilhamento que tem feito a humanidade avançar. As ideias são uma construção coletiva da humanidade :) Foi fundador do Partido Pirata do Brasil e membro de sua 1ª Executiva Nacional (2012-2014). Foi também assessor do gabinete do Ministro da Ciência e Tecnologia durante 2016, até a efetivação do golpe que destituiu Dilma Rousseff. Ah, também é editor aqui dessa bagaça, onde, aliás, você também pode colaborar. Só entrar em contato ([email protected]) e enviar suas dicas, artigos, notícias etc. Afinal, a Força somos nós!

Website: http://www.nerdices.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *