Partido Pirata pede doações na rede para se legalizar

 O Partido Pirata do Brasil está realizando uma campanha de arrecadação para se legalizar. Para continuar o processo rumo à obtenção da condição de partido apto a disputar o processo eleitoral, os Piratas precisam publicar seus documentos no Diário Oficial da União. Apenas para custear essa publicação serão necessários cerca de 13 mil reais.

Além da publicação, também será necessário registrar em cartório os documentos da Convenção de fundação – ata, estatutos e programa -, bem como alugar um imóvel para servir de sede nacional, conforme exige a lei eleitoral, em Brasília. Somente após o cumprimento dessas exigências é que se poderá dar início à coleta de quase 500 mil assinaturas de eleitores em apoio ao Partido Pirata para obter o registro definitivo.

Segundo os estatutos do Partido, as doações podem ser feitas por pessoas físicas e/ou empresas que não possuam relação com o Estado ou governo nacional ou estrangeiro.

Até o momento foram arrecadados quase 9 mil reais. A meta estabelecida pelos piratas é de 20 mil reais.

Doações podem ser feitas acessando a página oficial – www.partidopirata.org/doacoes -, através de cartão de crédito, boleto bancário ou ainda doando bitcoins, um tipo de “moeda virtual”, uma novidade entre os partidos brasileiros.

O Partido Pirata defende, entre outros pontos, a defesa dos direitos humanos, a defesa do direito à privacidade, a defesa ao acesso livre à informação, a defesa do acesso e compartilhamento livres de cultura e conhecimento, a transparência pública, a democracia plena, o Estado Laico, a liberdade de expressão, a igualdade de direitos civis e a colaboratividade.

Opine

comentários

Publicado por Wladimir

Nerd desde sempre. Começou a programar em Basic, em um CP 400 Color II lá por 1985. Fã de Star Wars, Star Trek e outras séries espaciais. Pai de 4 filhos - um era pra se chamar Linus, mas o nome encontrou muita resistência :( Aliás, software livre é outra paixão. Usuário Linux desde 1999. Presidente da Associação Software Livre Santa Catarina. Defensor do livre compartilhamento. É o compartilhamento que tem feito a humanidade avançar. As ideias são uma construção coletiva da humanidade :) Foi fundador do Partido Pirata do Brasil e membro de sua 1ª Executiva Nacional (2012-2014). Foi também assessor do gabinete do Ministro da Ciência e Tecnologia durante 2016, até a efetivação do golpe que destituiu Dilma Rousseff. Ah, também é editor aqui dessa bagaça, onde, aliás, você também pode colaborar. Só entrar em contato ([email protected]) e enviar suas dicas, artigos, notícias etc. Afinal, a Força somos nós!

Website: http://www.nerdices.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *