Megaupload tem vitória em corte, mas caso está longe do fim

 

A corte da Nova Zelândia julgou que a polícia fez uso de mandatos de busca ilegais na apreensão de bens de Kim DotCom, fundador do Megaupload. Segundo a Cnet, apesar de ser uma vitória marcante, ela não impacta a audiência de extradição de DotCom, marcada para 6 de Agosto, ou as acusações feitas pelos Estados Unidos. No dia 19 de janeiro, a pedido do governo norte-americano, a polícia neozelandesa invadiu a mansão alugada de DotCom e se apossou de seus bens.

 

O governo dos Estados Unidos acusa os diretores do Megaupload, um serviço popular de armazenamento e troca de arquivos, de conspiração e crimes envolvendo violações de direitos autorais.

Caso DotCom seja condenado à prisão, o caso pode servir de precedente para que serviços similares, ou mesmo um usuário que partilhar conteúdo em algum canal, possa ser incriminado. Se o governo falhar, a decisão pode ser embaraçosa para a administração Obama, que deveria se tornar mais rigorosa em relação à pirataria.

DotCom e outros seis diretores do Megaupload são acusados de somar 175 milhões de dólares em ganhos ilícitos, gerando um prejuízo de mais de 500 milhões de dólares aos detentores dos direitos autorais.

Gary Gotlieb, um jurista neozelandês, afirmou ao jornal One News que o Megaupload pode argumentar que, pela batida ser considerada ilegal, todos os bens apreendidos na ocasião devem ser devolvidos. A questão deve ser levantada na próxima audiência, marcada para 4 de julho.

fonte: Info

 

Opine

comentários

Publicado por Wladimir

Nerd desde sempre. Começou a programar em Basic, em um CP 400 Color II lá por 1985. Fã de Star Wars, Star Trek e outras séries espaciais. Pai de 4 filhos - um era pra se chamar Linus, mas o nome encontrou muita resistência :( Aliás, software livre é outra paixão. Usuário Linux desde 1999. Presidente da Associação Software Livre Santa Catarina. Defensor do livre compartilhamento. É o compartilhamento que tem feito a humanidade avançar. As ideias são uma construção coletiva da humanidade :) Foi fundador do Partido Pirata do Brasil e membro de sua 1ª Executiva Nacional (2012-2014). Foi também assessor do gabinete do Ministro da Ciência e Tecnologia durante 2016, até a efetivação do golpe que destituiu Dilma Rousseff. Ah, também é editor aqui dessa bagaça, onde, aliás, você também pode colaborar. Só entrar em contato ([email protected]) e enviar suas dicas, artigos, notícias etc. Afinal, a Força somos nós!

Website: http://www.nerdices.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *